contato produtos equipe o projeto

Na área das Ciências Humanas, no Brasil, temos observado como os depoimentos orais têm adquirido nos últimos quinze anos crescente dimensão na produção do conhecimento. Fascinados pela riqueza documental dessa metodologia de trabalho iniciamos um projeto que incluísse a realização de entrevistas com idosos gonçalenses, elaboramos um projeto inicial de História Oral na FFP. Essa proposta pretende registrar histórias de vida que revelem o cotidiano do município em inícios e meados do século XX.

PROJETO: MIGRANTES E HISTÓRICOS

Essa proposta pretende registrar histórias de vida que revelem o cotidiano do município em inícios e meados do século XX. Entrevistamos 12 idosos, enquadrados pela equipe de pesquisa nas categorias de históricos e migrantes. Por históricos compreendemos aqueles habitantes que nasceram ou que vivem em São Gonçalo desde a infância. Categorizamos como migrantes aqueles que migraram para a cidade jovens ou adultos para os loteamentos que se intensificavam a partir da década de 1950. Essas entrevistas têm nos trazido além dos depoimentos, um importante acervo iconográfico e de documentação escrita, que está sendo adequadamente catalogado e o qual pretendemos publicar futuramente.
|Lista de entrevistas|


PROJETO: ASSOCIAÇÃO GONÇALENSE DE ESTUDANTES

A Associação Gonçalense de Estudantes (AGE) surgiu em 1947 e se manteve ativa durante duas décadas (1968). Composta de secundaristas, promovia bailes, olimpíadas e outras atividades que animavam a mocidade da cidade de São Gonçalo. Em sua atuação política, reivindicava o passe livre, engajou-se nos problemas do município e discutiu as grandes questões nacionais. Essa trajetória é traçada pelas entrevistas concedidas por quinze ex-membros (presidentes e participantes), unânimes em afirmar a importância da entidade para sua própria formação. Os depoimentos delineiam uma agremiação de conservadora, sobre a qual se faziam sentir os reflexos de transformações registradas no país e no mundo. Sua existência atesta a pluralidade ideológica de nosso movimento estudantil.
|Lista de entrevistas|

PROJETO: O INTELECTUAL E A CIDADE: LUIZ PALMIER E A CONFORMAÇÃO DA SÃO GONÇALO MODERNA

Objetivamos analisar a ação de um intelectual, Luiz Palmier (1893-1955), em meio às transformações de São Gonçalo, entre 1919-1955. Nesse período, a cidade ficou conhecida como a Manchester Fluminense pelo parque industrial local. Foi nessa época também que o poder político local passou a organizar a municipalidade através de agências de educação, saúde e assistência social que tiveram a atuação de Palmier. Pretendemos pensar a modernidade local ancorada na organização do estado e nas ações do poder público. Realizamos entrevistas em sua terra natal, Sapucaia, com algumas pessoas que são verdadeiros homens-memória, ou seja, os guardiões da história da cidade que nos permitiram conhecer a memória criada a cerca desta localidade em finais do século XIX e princípios do XX, período da infância e primeira formação de Luiz Palmier. Realizamos também entrevistas com sua filha e sobrinhos que nos trazem a faceta da vida privada desse personagem o envolvimento do clã Palmier nas suas ações. Esses depoimentos apresentam-nos a rede de sociabilidade familiar/social que conformava um grupo que dirigia as instituições e movimentos que, na primeira metade do século XX, visava conformar uma nova São Gonçalo.
|Lista de entrevistas|

PROJETO: A INVENÇÃO DO LAVOURISMO

Joaquim Lavoura e a política gonçalense entre 1955 e 1975.
Joaquim de Almeida Lavoura ocupou posição central no cenário político gonçalense de 1955 a 1975. Eleito prefeito de São Gonçalo por três vezes, tendo exercido ainda dois mandatos como vereador e um como deputado estadual, consolidou-se como principal liderança política municipal da segunda metade do século XX. Sua bem sucedida trajetória engendrou um processo de mitificação do nome Lavoura e de sua prática política, o lavourismo. O nome Lavoura permite a compreensão de um universo político complexo na São Gonçalo da segunda metade do século XX, que vem sendo apresentado nos depoimentos dos seus antigos colaboradores. Neste contexto, esta liderança deve ser entendida como o político profissional, que constrói sua prática política e imagem pública com grande habilidade. Deste modo, em muitos aspectos, a compreensão do que o município de São Gonçalo é hoje remete às transformações engendradas neste período e, logicamente, remetem a Joaquim Lavoura.
|Listas de entrevistas|



 

Entrevistas
História de São Gonçalo: memória e identidade
Memória e História Oral: Histórias de Vidas no Município de São Gonçalo::